CONDE DEL MAULE


Em 1783 Nicolás de la Cruz y Bahamonde, originário de Talca, Chile, começou uma longa viagem que ia levar via Concepción, Buenos Aires y Montevideo a Cádiz onde ia tornar-se um comerciante rico. Sobre a sua viagem Cruz y Bahamonde escreveu um relatório no qual assimilou também impressões de outras viagens posteriores pela Europa. Ainda que Cruz y Bahamonde, conhecido também pelo seu título nobiliárquico de ‘Conde del Maule', nunca mais regressaria à sua terra natal, durante toda a su vida se empenhava por ela, sobretudo em termos económicos e culturais.

Até agora não existe nenhuma edição completa e crítica do texto inteiro. A inserção das ‘Anecdotas’ no seu contexto linguístico e histórico permete entender a su importância: como testemunho de um ator que no conjunto da iluminação, reformas e revoluções, comércio livre, independência e a formação de novos estados discute a relação entre os dois lados do Atlântico; como expressão da capacidade de relacionar o local e o global; e, também, como um ego-documento singular em que o proprio papel do autor se vê refletido e desenvolvido de modo contínuo.

Clique aqui para aceder ao manuscrito original digitalizado da biblioteca da Universidad de Lehigh